15 março 2007

São meia noite e meia do dia 15 de março. Aniversário do Tourinho e do Gordo. Parabéns aos dois.
.
Mas não foi sobre isso que resolvi escrever. Sem conseguir dormir resolvi escrever algumas coisas que andei pensando, só para passar o tempo. Se eu escrever muito é porque o tempo demorou a passar.
.
Estava aqui com meus botões matutando sobre minha vida. Para onde ela vai, para onde eu quero que ela vá, se ela vai realmente nessa direção... e achei várias interrogações no caminho. Talvez seja hora de outra reflexão sobre o que fazer de agora em diante.
.
Antes de tudo, e como já comentei antes, estou sentindo falta de alguém comigo. Nunca gostei de ficar só e não vai ser agora que vou gostar. Por mim a essa altura eu já estaria morando fora de casa, de preferência com alguém que fosse minha namorada/esposa/parceira/qualquercoisadessetipo. Ou então com alguns amigos. Não aguento mais é me ver com 25 anos e vivendo às custas dos meus pais. Quer dizer, não tão às custas assim porque pagos certas contas da casa que já daria para pagar um aluguel. Mas o ambiente da casa é que a muito me incomoda. Junte isso ao vazio do coração e você encontrará uma pessoa angustiada.
.
Além disso vem a questão acadêmica/profissional. Trabalho com algo que me paga bem, porém não me satisfaz nem me dá prazer. Informática para mim sempre foi mais um passatempo que uma profissão e no entanto é com ela que ganho a vida. A biologia ainda não pode me proporcionar isso e como o mundo dos sonhos fica para a hora de dormir, vou vivendo de bits. Falando em Biologia, está chegando a hora mais temida da minha vida acadêmica: me formar. A Universidade me ensinou muito mais que uma profissão, me ensinou uma vida completamente diferente da que eu imaginava existir. Ter que deixar essa vida vai me causar mais angústias. Some com as de cima.
.
Agora a parte menos importante, mas nem por isso menos incômoda. 1- Primeiro, minhas fotos. Que falta me faz a câmera. Nos dias que não tinha mais nada para fazer e estava enfadado com a vida eu saia e batia fotos. Era muito bom. Melhor ainda quando as fotos saiam legais. Ainda vou ter que esperar até o final do mês para comprar outra. 2 – Minhas viagens. Estou programando algumas para esse ano e espero poder fazer todas (talvez até mais). Natal, Vitória, Viçosa/Betim/BH, Recife. Salvador não conta, é passeio. Visitar pessoas queridas, passear, conhecer lugares, pessoas e culturas diferentes. Muito bom. Só não sei se o trabalho e a UFS vão deixar. Tempo livre esse ano será algo raro. Agora são 1:26 da manhã e nada de sono...
.
Agora voltando as conversas de sempre do blog.
.
Esses dias conheci algumas pessoas novas e legais. Todas por intermédio da mesma pessoa. Na sexta fui na casa de uma delas. Ficamos conversando todos nós (4 ao todo) até que fomos na orla comer um pastel e voltamos para casa. Nada demais, mas foi legal.
.
Sábado passei o dia em casa e resolvi arrumar meu quarto. Quem me conhece a algum tempo sabe que vira e mexe eu arrumo meu quarto. Dessa vez a arrumação foi mais profunda. Alem de guardar, limpar e organizar, teve também desfazer. É, se desfazer de algumas coisa que não tem mais sentido de serem guardadas. Bilhetes, cartões, lembranças, presentes. Certas objetos que merecem seu lugar no passado, mas não podem ocupá-lo no presente, muito menos no futuro. Me fez bem jogar essas coisas foras. Tudo isso a tarde. A noite aceitei um convite da turma nova para sair. E acabamos que rodamos a cidade toda para acabar no Etnia, um bar muito sem graça (pelo menos para mim) que tem aqui perto de casa. Estaria mentindo se dissesse que foi ruim. As minhas companheiras de risadas me fizeram esquecer um pouco o lugar e curti o que tinha de bom. Acabei chegando altas horas da madrugada...
.
... para domingo de manhã cedo ir ajudar meu pai na loja. Já tinha compromisso marcado para a tarde, então tratei de andar o mais rápido possível na loja. E quase que não dá tempo de chegar ao compromisso. Este se tratava de encontrar uma amiga de Maceió que viria com uma turma conhecer o oceanário de Aracaju, como parte de um mini-curso que estava fazendo. Cada vez mais acho engraçado como consigo arranjar amigos longe, com muito pouco contato pessoal. Essa amiga eu conheci no EREB de 2006, nos falamos algumas poucas vezes pela net, mas no domingo parecia que nos falávamos todos os dias. Adoro essa sensação de se sentir bem ao lado de pessoas quase desconhecidas.
.
Depois que o povo de AL foi embora (eu passei pouco mais de 2h com eles), voltei para minha casa e descansei um pouco.
.
Segunda foi o de sempre. Terça, matrícula da Universidade e, depois de quase um ano, encontrar com Alice pra conversar. Pessoazinha que me faz bem essa menina. Conversamos muito e ainda tomamos umas cervejinhas. Amigo é pra essas cosias. Hehehehehe.
.
Bom, relatos terminados. Até o próximo.
.
PS¹: Pequena, cada que passa tenho curtido mais sua companhia. Te adoro.
PS²: Alice, será que a gente se vê ainda esse ano???
PS³: Paula, o mesmo com você. Só que no seu caso tem data certa, semana santa de cada ano. Kkkk.
PS4: Ju, desculpa por hoje mais cedo, mas o msn não queria funcionar direito. Se precisar de ajudar é só chamar viu? Beijão.
PS5: Tai, não pense que você ia ficar de fora não viu? Hehehehe. Ciúmes mata ; )
PS6: Kyzze, deixa de ser besta e faz o que te falei. Beijos.
Agora são 2:00 da manhã

8 comentários:

Júlia disse...

Thi,
Poxa, escreveu mesmo hein, e pelos textos imagino sua angustia, tanta coisa numa unica cabecinha, deve estar fervilhando!! Mas vc sabe q mesmo com todos estes quilometros de distancia vc pode contar comigo!E tenha um pouco mais de paciencia q as coisas vão entrar nos eixos, enquanto isso agente se fala pela net, da casa de nossos pais...quem sabe um dia não falaremos de nossas casas, nossos notebooks e sobre nossas fotos..rsrsrs.
Este dia chegará, tenho certeza. Quanto a pessoa certa, ela aparecerá na hora certa, vc cuida bem de seu jardim, e logo logo arranjará uma boa parceira de jardinagem!!
Lembre sempre q te adoro!
Saudades do seus carinhos!
Beijos!

tai, é claro! disse...

Thito, meu menino pequeno!
Por um breve instante, achei mesmo que ia ficar de fora. E sim, tenho ciúme de você, posso?
Tb compartilho de muitas de suas angústias. Sempre estivemos aqui, um pelo outro e não é porque estou namorando que nada em nossas vidas vai mudar. Tirando o plano de dividir apê com você e Dark, né?
Qlq coisa, estou por perto, seja por tel, msn ou sms.
Mas, mais perto ainda estão nossos pensamentos positivos.
Eu amo você! Beijos!

Pqna disse...

seja homi porra
case comigo
vc n tem coragem
kkkkkkkkkkk

xerinhos thi =*

Thito disse...

Bom, tem gente que aqui no blog fala que faz. Só quero ver na hora do vamos ver...

Pqna disse...

uhauhauhauhauha xiii

Pqna disse...

(baianês)Ô meu reeeei... vc viu q meus posts agora tem título? falta vc me ensinar a colocar os links neh?
muito axé p vc
eu li amu

Camila disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Camila disse...

quero só saber pq n está incluído no roteiro d sua viagem dop ano q vem uma cidadezinha nos cafundós do judas na bahia...hai ai!!!!rsrsrs...´so pq n conevrsei c vc qd tava em aju,seu chato!!!
bjao amigo e tou adorando nossa nova forma d comunicaçao..acho q vai ajudar bastante!!!
bjusss