13 agosto 2009

"Ema, ema, ema...

... cada um com seus problemas."

      Esse pequeno grito de guerra vai virar meu lema até que essa maré baixa da minha vida passar. Esse ano de 2009, definitivamente, não é um ano para mim. Só não digo que seria melhor eu dormir hoje e acordar em 2010 porque tem algumas poucas coisas que ainda me fazem querer acordar depois de fechar os olhos.

      Primeiro de tudo: não conserto mais computador de seu ninguém. É sim. E nem me encham o saco. Eu sempre fiz isso de bom grado e de grátis, mas estou de saquinho chato pra isso. O que está faltando devolver, eu o farei. E depois daí, necas de pitibiriba pro mundo.

      Tá sem dinheiro?? Finivest ou qualquer outro banco. Não ando tendo dinheiro pra mim, quem dirá pros outros.

      Todos temos problemas amorosos. Com família. Com amigos. Com o mundo, de forma geral. Porém eu não sou a solução deles todos. Últimamente não ando dando conta dos meus problemas, então não me venham com churumelas.

      Como todas as regras, essas também tem exceções. Não me pergunte quem seriam as pessoas nessa minúscula lista. Isso é problema meu. E sabe como é: ema, ema, ema...

2 comentários:

Dica disse...

Hahaha

Eu sou uma amiga que choraminga, tenho ocnsciência disso. Mas, quero ver você dizer isso na minha cara, Thito, venha dizer. Quero ver se é esse homem todo.

:)

Aquieta esse coração, homem!

arteimitavida disse...

Tbm sou a amiga q escuta... Ando tão entediada com isso, já reparou que as estórias se repetem? Só muda o ator mas o texto e contexto é quase sempre igual...

Tapiocas para vc!