01 novembro 2010

No mais

      Vou assistindo meus filmes, ouvindo minhas músicas, respirando meus ares. Vou sendo e, ainda tendo sido, não mudou muita coisa.

      Escrevo nos meus cadernos, guardando na mente falha, perdendo parte de mim por simplesmente não saber como me preservar.

      No mais, vai tudo em paz.