14 maio 2010

Coisas que perdemos pelo caminho

      Ontem eu descobri como é perder alguém. Ontem eu senti como é um pedaço de você, do seu próprio ser, se desprender pra sempre. O tipo de coisa que duvido que até o tempo cure.

      O tempo todo eu tentei lhe* proteger. Você* também me pedia isso. Fui até as últimas consequências por você*. E no dia que falhei, no dia que errei, você* me diz que eu mereço sofrer. Como se não bastasse o que já sofri pelo seus erros. E ficamos assim: eu sofro pelo que fiz uma vez. Uma ÚNICA vez.

      Me reclamou tanto que eu era quase um robô, que não tinha sentimentos. Que eu não me abria com você. E quando faço isso, mereço sofrer. Muito justo, vou cumprir minha pena. E espero que você aprecie bastante seu prêmio, seja ele qual for.

      Agora eu posso ser mais livre, mais leve. Nunca deixei de ser eu, mas posso me desfazer dessa armadura de cavaleiro que vestia por você. Voltei a ser, simplesmente, eu.

      Um eu com o qual você não está acostumada. Um eu que, ao invés de lhe colocar acima de tudo, vai te colocar onde você deve ficar.

      Não neguei pra você, em momento algum, que errei. Eu sei disso. Fiz isso pra lhe proteger, mas agora você não precisa mais da minha proteção. E só eu tenho que carregar o peso da condenação moral. Como você falou "De mim você espera essas coisas. Mas de você... eu não esperava isso". Meu problema foi ter sido muito certo com você. E é isso que você me diz que foi jogado fora.

      Então façamos assim: vamos nos julgas pelos nossos erros. E cada que carregue a pena que merece.

4 comentários:

Julia disse...

Aiaiaia

Sei EXATAMENTE o que quer dizer... Perder alguém que se ama... Um vazio e uma liberdade estranha, uma liberdade que não queremos apesar de ser boa... Mas melhor ainda é está junto né?

Bjus

Cindy Rosa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ser como a fênix disse...

Thiaguinho...
fica bem po...
fica bem!!!
vc merece ficar bem... acredite!!!

qualquer coisa quiser fugir uns dias e se enfiar na mata...
=)

beijo

Taísa disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.