07 fevereiro 2011

Piegas*

"A gente ama enquanto pode
esquece quando é preciso
e aprende que só vale a pena lutar
por aquilo que vale a pena possuir.

Sou capaz de ser feliz no meu pior momento
sustentado pela minha melhor lembrança
O destino escolhe quem entra na minha vida
mas eu decido quem fica.

Tenho certeza que vivo intensamente
cada minuto de minha vida
e tudo que fiz e faço
não me arrependo, aprendo!

Lembrar é fácil para quem tem memória
esquecer é difícil para quem tem coração
mais nunca se pode esquecer
que o nosso primeiro e último amor é... o amor-próprio.

Peço que Jah me dê serenidade
para aceitar as coisas que não posso mudar
coragem para mudar as que posso
e sabedoria para saber distingui-las"


Encontrei esses versos vagando pela madrugada na internet. Breguinha, piegas, mas eu gostei. Não achei a autoria, então não posso creditar.

PS: Fiz algumas pequenas alterações na estrutra, sem mudar o sentido original.