17 março 2008

Parabéns, Aracaju!!!

     Hoje minha bela cidade natal completa 153 anos de existência. De uma pequena vila que existia no litoral se transformou numa cidade agradável para ver e viver.

     Com suas virtudes e seus defeitos, Aracaju city continua sendo a cidade que mais se aproxima dos meus anseios. Ainda calma, com muito lugares tranquilos; tudo fica perto, não se leva mais do que 40 minutos para se chegar onde se deseja (excetuando os congestionamentos que começa a aparecer); boas opções para as coisas mais necessárias da vida cotidiana. Não quero viver numa megalópole, não me dou bem com isso. Tive uma experiência com Salvador que não deu muito certa...

     Acho que o que mais faz falta aqui são opções culturais que não sejam tão pasteurizadas, porque dessas já existem possibilidades variadas. Um cinema mais barato e fora do shopping também seria interessante.

     Muitos se queixam do caráter provinciano, pois todo mundo conhece todo mundo. Isso para mim não é defeito; é virtude. Quando quero ficar só tenho para onde ir. E se saio de casa sem combinar nada com alguém sempre encontro um para fazer companhia.

     Espero que daqui a alguns anos eu possa escrever que a cidade melhorou e, quem sabe, ficou mais bonita.

     Finalizo o post com um trecho de uma música de Ismar Barreto, que já não se encontra entre nós. O nome é Viver Aracaju:

" e quando o dia raiar, vou ver o dia nascer

te amo Aracaju, resolvi te viver."

Um comentário:

Grazielle disse...

Mto bem... eu reclamo de Aracaju mas aprendi a gostar da minha terra - o que não me faz perder as paixões pelas outras.

Concordo com a sua colocação - aqui temos uma carência cultural...

Aracaju está de parabéns (atrasado mas a intensão é que importa)

xero