06 maio 2008

Noves fora, nada.

 

Nessa estranha matemática da vida

não aprendi direito essa tal de tabuada

em que a soma nem sempre acrescenta

e quase toda subtração resulta em nada.

 

Quando num conjunto de dois elementos,

um terceiro efetua uma interseção indevida,

o resultado da soma sempre dará errada

não importa a função matemática escolhida.

 

As variáveis semprem mudam,

mas o resultado sempre tende a zero.

Será que minha vida é uma constante

ou errei a conta em algum instante?

 

Já que não acontece variância efetiva

estou chegando ao limite da minha esperança.

Os pensamentos, derivados, servem de quocientes

dessa equação sem solução aparente...

 

 

PS: Dia inspirado pra matemática, não é, Grazy ?

6 comentários:

Grazielle disse...

T� bem em... derivada... variante... gostei!!!

Jana disse...

Ahhh matemática... não consigo, muita lógica, minhas somas nunca são exatas... porque se perde toda a graça assim.

beijo

Graziele Alencar disse...

A matemática da vida é mais complexa que a da escola com certeza! Pena que, às vezes, é impossível fugirmos dela!
Vou linkar seu blog também!
Beijos.

Jana disse...

Assim que eu voltar a ativa te linko,

Beijos menino.

Tamara disse...

eu ando precisando ....reaprender a fazer conta...ando sempre no 0x0...
rsrs
bjo!

Thito disse...

Tâmara, seja bem vinda ao grupo.
=D