07 maio 2008

Safado, cachorro, sem vergonha... será??

  

     Estou aqui pronto para mexer num vespeiro, numa verdadeira casa de abelhas, mas me sinto na necessidade de fazê-lo. Tenho que defender a minha classe: a dos homens honestos.

     Cada vez que vejo um blog escrito por alguma mulher já sei que uma coisa vou encontrar: um post sobre homens canalhas. Até não acharia nada demais se depois não percebesse que isso acaba se extendendo a todos os homens. E é isso que não concordo.

     Sei que tem homem errado aos montes por aí, alguns dos meus amigos os são. Mas nem de longe são a maioria. Em geral são pessoas sérias e que gostam de compromisso, respeitam que está do lado e fazem de tudo para que a relação dê certo.

     Não estou aqui dizendo que nunca erraram; todos nós somos falíveis às tentações da vida. A grande diferença é se isso é costume ou tropeço de percurso. Acreditem mulheres, a maioria que erra só o faz uma vez na vida...

     Eu tenho minha consciência limpa, sei que sempre fui sincero com quem estava comigo e até com quem não estava. Já fui traído e nem por isso deixo de confiar nas pessoas, mas se tiver que passar o resto da vida duvidando de quem eu quero ter ao meu lado prefiro ficar solteiro.

     Não vou nem falar aqui da versão feminina do homem canalha, a mulher safada. Também conheço algumas dessa e prefiro que fiquem só como conhecidas, no máximo, amigas. Nem para satisfazer os impulsos eu quero. Passa e voto nulo.

     Entendo o porque de todos, homens e mulheres, após uma desilusão perderem um pouco as esperanças de um dia um relacionamento dar certo. Só não concordo com a generalização que depois disso todos não prestam. Às vezes somos até nós mesmos que fazemos as pessoas não prestarem.

    Acredito que propaganda seja um forte fator para esse "estigma" atual do sexo masculino. E isso resulta na desconfiança infinita do sexo feminino. Que tal não generalizar e tantar conhecer um pouco mais a passoa que interessa, antes de achar que é mais um cachorro, safado, sem vergonha? Talvez seja só incompatibilidade mesmo...

PS: Nos últimos 3 dias tive várias conversas sobre essa "guerra dos sexos".

14 comentários:

Graziele Alencar disse...

Longe de mim querer generalizar. Dos caras que namorei só um foi realmente canalha; os outros, como vc disse, talvez tenha sido só incompatibilidade mesmo... rsss
Tem o outro lado também: homem, quando dá pra ser bobo para a mulher, é demais da conta!
A gente só se inspira em algumas situações pra escrever... rsss
Beijos.

Jana disse...

Olha eu li, resolvi ficar quieta, pq a minha fase atual não permite que eu vejo bem as coisas... Mas ai reli. E reli. E sabe, eu não sei ficar de boca fechada, então vai lá (levando em consideração claro que acabo de ter mais uma mostra do poder que o homem tem de ser canalha - e nesse caso ATÉ VC me daria razão).

Ok. Não da pra generalizar. Mas da pra se dizer que os "não canalhas" são na verdade exceção a regra. Num tempo onde tudo é facil e simples, onde a "oferta" é grande (e sim, ai entra a culpa feminina) não se vê mais homens que "perdem tempo" em conquistar uma mulher, em realmente conhece-la, eu não teria como te dizer quantos convites do gênero "ei vamos trepar hoje" eu recebo por dia, de todas as formas e jeitos, e são de pessoas que não tenho e nem nuca pensei em ter alguma intimidade. Sem contar os tantos que foram simplesmente lobos em pele de cordeiro. Claro, eu tive namorados otimos tb, foram exeções, cada vez mais escassas.

Seu texto mostra os canalhas como exceção a regra, e eu acho que peca nisso, pois atualmente é o que mais se tem solto por ai são primatas australopithecus...

Eu já havia pensado na hipótese, e esta cada vez mais concreto pra mim, eu não tenho sorte em encontrar exceções. Talvez não seja pra mim.

Beijo

Jana disse...

Ahh esqueci de comentar que todo canalha, jura de pés juntos que é uma exceção...

Então sobre vc, prefiro não opinar rsrsrs

Renata disse...

Rs.. a Jana ficou tão indignada com seu post que me deu o link pra vir aqui lê-lo. E apesar de concordar um pouco com ela, eu te digo que também tem um outro lado da moeda: há mulheres que preferem os cafajestes, Às vezes nem é consciente, mas algumas se aproximam deles sem querer, e quando percebem lá estão acabadas por "mais um canalha" na vida. Bom, cada um tem uma opinião sobre as coisas, eu também já escrevi no meu blog que homem gosta mesmo é de apanhar, mas eu digo que nos poucos relacionamentos que já tive na vida, consegui sim encontrar caras "bonzinhos".

Thito disse...

Jana, quase que caí pra trás com o tamanho do seu comentário. Mas adorei. =D

Além de tudo que escrevemos, eu e você, tem outro fator importante: nossas realidades. Meu círculo de observação é diferente do seu e isso faz muita com que tenhamos visões diferentes do que se passa.

Eu acho que a vida da gente é um monte de clichê colado, um por cima do outro. Tem o homem galinha, a mulher que gosta de cafageste, as pessoas que não querem compromisso, as que querem morrer por qualquer desilusão. Enfim, tudo junto ao mesmo tempo agora.

Eu só espero que todos nós encontremos pessoas legais e que valham a pena.

Jana disse...

Ahhh eu aqui esperando o retruque bem mais ... como eu direi... retrucado kkkkkkkk

Claro, tem tudo isso que vc falou, e claro tem a possibilidade que a Renata levantou, de eu ser uma mulher que me atraia involuntariamente (que fique claro!!) por homens canalhas...

Bem eu não sei se um dia tenho a sorte de encontrar um como vc se diz, honesto rsrsrsrs

Beijos

Jana disse...

Ah mas concordo quando a nossa vida ser um monte de clichê! kkkkkkk

Eu ando bem no meio deles rsrsrsrs

PS: Prometo ser sussinta nos meus comentários rsrsrs

Thito disse...

Ei, nada disso!!! Sinta-se a vontade pra escrever o quanto quiser.
=D

Jana disse...

Não vou falar...Não vou falar...Não vou falar... Vou falar!

Sabia que no código regulamentador de interrelação bloguistica, a gente responde o comentário da de alguém no blog dessa pessoas? kkkkkkkkkkkkk

Thito disse...

É que eu não recebi o .pdf sobre essas relações.
Kkkkkkkkkkkkk
Beijos

Tai disse...

Acho que esse post é recordista de comentários... A discussão é muito válida, embora não possamos generalizar.
Eu, particularmente, estou num momento não favorável a esse tipo de conversa, mas acho que podemos encontrar a pessoa que sempre quisemos para a nossa vida e ela acabar nos decepcionando, inclusive, com direito a segunda, terceira chance. Sabe onde tá o maior problema? Quando você precisar dessa compreensão. Pq aí você começa a se questionar se a pessoa que você acha que é o número do seu sapato pensa o mesmo sobre você.
Daí por diante, para cair no que você falou não é difícil, mas para que não aconteça, o autocontrole tem que ser absurdo. Fica a dica para leitura e posterior debate, quem sabe?
http://nao2nao1.com.br/closer-o-jogo-dos-7-erros-para-homens/
Beijos para todos!

Jana disse...

Pra não ter ero vc comenta aqui e lá agora? kkkkkkkkkk

Como assim vc não recebeu? Tem que preencher o formulário de 3 vias, e entregar a via verde na junta de solicitação do código regulamentador de interrelação bloguistica para cadastro da sua solicitação, a via amarela vc deve entregar e pagar uma taxe de R$ 3,50 para que seja remetido pelo correio, no setor de distribuição da junta de solicitação do código regulamentador de interrelação bloguistica, pois eles ainda não se informatizaram, e a via branca, vc guarda para ter o número de protocolo de solicitação! kkkkkkkkkkkkkk

UFA!

Agora pede!

Jana disse...

Ah os últimos 2 coments que vc deixou no meu blog, o link ta dando errado, vê ai se ta certo.

beijo

Jana disse...

nossos coments, parecem MSN kkkkkkk

beijo