12 agosto 2008

E seja feliiiiiiiiiiiiiz (gritado como o pai de Lisbela gritou no filme)

     Eu sou averso a cerimônias, isso é fato. Eu até estou tentando me acostumar, mas um processo de 26 anos de trabalho não mudam de uma hora pra outra...

     Esse sábado que passou subi mais um degrau da minha vida. Um grande amigo meu, daqueles que você tem pra vida toda, casou. =D

     Desejo toda felicidade que o casal quiser ter. E todas as desavenças também. O noivo eu conheço tem uns... 20 anos. Estudamos na mesma turma do colégio por 9 anos. Fizemos milhares de trabalhos juntos. Idem quanto ao que aprontamos. Fomos morar no mesmo ano em Salvador (só que eu voltei logo, ele se formou por lá). Enfim, é o tipo de pessoa que sabe de muita coisa na minha vida, mesmo que eu nunca tenha dito.

     A noite eu conheço tem menos tempo, uns 7 ou 8 anos. Moça muito gente boa, já teve que aturar muita coisa do meu amigo nesse caminho. Grande mérito dela, porque eu mesmo sei que isso não é fácil, hehehehe. E por mais clichê que seja, eu acho que vão dar certo.

     Eu sempre vi a vida como uma escada em que vai se passando, degrau por degrau. Alguns resolvem passar dois de uma vez só, outros desisitem de continuar e montam barraca num único. E a escada pode ser ascedente ou descendente, só depende da vontade do pedestre.

     Os primeiros degraus são baixos e curtos, vão passando sem se notar: escola, primeiro amigos, brincadeiras... enfim, coisas de crianças. E depois os degraus vão se tornando mais altos e mais longos: primeiras paqueras e namoros, vestibular, trabalho, universidade. E depois daí a coisa complica: casamento (ou juntamento de trouxas, tanto faz), filhos, netos. Nem sempre passamos por todos eles, mas seria o curso natural das vida.

     Eu não casei. Nem tenho vontade de casar em igreja ou no cívil, pra mim basta estar junto. Mas ver o (primeiro) casamento de um dos meus grandes amigos me deixou feliz. E me fez perceber que estou ficando velho...

4 comentários:

Renata disse...

Felicidade boa. Eu adoro casamentos. Parabéns para eles e que sejam felizes. :)
Beijos.

Graziele Alencar disse...

Casamentos sempre mexem comigo! É maravilhoso ver duas pessoas superando tantos obstáculos e celebrando o amor! É algo meio surreal na minha vida... hahahahaha... mas eu acho lindo, assim como eu acho a literatura.
Felicidades pra eles!
Beijos.

Mairla disse...

bonito você ter uma amigo de uns tantos anos..
é muito bão =)
tenho pessoas que gosto muito, e daquelas de estudar desde pequeno, mas sem mais contato algum.
beijo :*

Clara disse...

Meus amigos resolveram se casar todos esse ano. Tb fico feliz... e como vc, me sinto meio velha tb. Mas é um sentimento passageiro, nostálgico só, pq na verdade não ligo muito e sei que se der a sorte de encontrar alguém pra mim, viver com ele já estaria de bom tamanho... sem grandes produções.

bjs meus