15 setembro 2008

Eu queria sonhar...

     Ah, como eu queria sonhar. Deitar na cama, fechar os olhos e deixar a noite tomar conta da minha mente. Passear pelas idéias contidas da minha cabeça: loucuras, fantasias, pensamento proibidos de ter acordado.

      A vida me fez ter sono de fugitivo, sem direito a ser um pedra na hora de bater um papo com Orfeu. Ligou uma luz? Eu acordo. Ronco? Me faz perder a noite. Lua cheia no verão? Sinal de problema: se fecho a janela, morro de calor; se a deixo aberta, não durmo.

     Junte a isso a minha famosa insônia. O verão está chegando e isso quer dizer que as noites em claro vão começar. Alguém quer me dar um ar condicionado e 30 reais por mês de crédito na conta de energia?? Só um detalhe: meus molhores textos foram escritos durante insônia. Deve ser a angústia de ver o sol nascer...

5 comentários:

Estória Estranha disse...

Ahá. tive o mesmo problema durante anos. mas, ultimamente consigo puxar a palha bem rápido.

***
Inveja da sua praia.
Aqui só tem cerrado! =P

***
Pergunta de vestibular... tenho cota de recados por dia? hahaha

Dani Vitrolinha disse...

Os maiores escritores da história da literatura tinham esse probleminha de insônia....

beijo.

Jana disse...

eu sofri de insônia por quase dez anos, o que me curou? cromoterapia. acredite. hoje sou pedra.

beijo

Renata disse...

Eu sempre digo que tenho um remorso danado, de dormir feito pedra e por tantas horas seguidas sem acordar. Uns com tanto, outros com tão pouco....

Beijo.

Vanessa disse...

Sonhos, as vezes não muito bem vindos!!!

Beijos e Boa semana!