26 outubro 2009

Questão de escolha

      Mais uma madrugada em branco. Desde 3:15 da madrugada que estou acordado, sem conseguir pregar o olho. O jeito foi passar o tempo perambulando pela internet, procurando coisas sem importância. Foi então que encontrei um debate bastante interessante, do qual vou dar minha opinião logo abaixo. Só peço desculpas porque não salvei o link de onde rolava o debate (meu navegar só guarda o histórico dos últimos 5 sites visitados e o referido endereço já se perdeu, óbvio).

      A pendenga toda estava relacionada ao tipo de homem que as mulheres gostam. Basicamente se enquadram em dois tipos: o macho e o cara sensível. Não me pergunte de onde vem essa classificação, pois quem entende delas são as mulheres (e alguns gays). Mas, ao que me parece, macho é o cara que parece que sabe pegar mulher de jeito e deixá-la sem reação. O sujeito sensível seria todos os outros que não se encaixam nessa categoria.

      Aí chega-se ao ponto: porque não é possível um homem ser macho e sensível ao mesmo tempo? Todas as mulheres adorariam ter um desse ao lado e assim o problema de infidelidade feminina estaria terminado (porque, dizem por aí, mulher só traí por vingança ou porque o homem dela não dá conta), enquanto os homens ainda estariam fadados ao triste destino de trair por esporte.

      Eu, sendo franco, nunca fui enquadrado pelas garotas como um cara macho (na verdade, algumas garotas que não me conhecem acham que sou gay). Acho que pra isso o cara tem que ter cara pegador (coisa que, absolutamente, não tenho). E ser pegador. Só que isso tem um problema: se o cara é pegador, não se contenta com uma mulher só (ou enjoa rápido dela). E aí a mulher ficar querendo mais e não tem. Resolve procurar um porto seguro onde amarrar o cavalinho. Eis que surge o homem sensível, aquele que a escuta e a valoriza como ser humano, não somente como peito, bunda e perna.

      Só que a mulher começa a sentir falta da pegação do macho e... larga o homem sensivel para encontrar um macho para chamar de seu. E assim o ciclo começa.

      No entanto, dificilmente a questão acontece no sentido inverso. Sim, homens gostam de mulheres safadas. E essas adoram pisar neles. Então eles procurarm as garotas sensíveis. E aí é tudo igual, como acontece com as mulheres.

      Sabem de uma coisa? Eu não vou mudar meu jeito de ser pra fazer pose de garanhão. Sempre fui alguém que conquistou garotas com conversa e ações simples do que em beijos de filme pornô. E acho que sei "amassar" direito quando quero (ou preciso). Por aí mesmo: não fico fazendo propaganda do que não sou. E espero que não fiquem me imaginando sem me conhecer.

      Sensível, macho, safada ou santa, todo mundo quer alguém. O negócio é saber escolher...

3 comentários:

Cindy Rosa disse...

"E acho que sei "amassar" direito quando quero (ou preciso)."

kkkkkkkkkkkkk
sabe, meu machão!
e minha opinião sobre isso você conhece, você é sensível, e eu gosto.
já na farra...

Carol disse...

olha... qnt a vc, vc pode ser do jeito que achar mais conveniente, mas q um cara macho é bom, ah bem, isso é. Mesmo que seja até a gente achar q ele é fiel. kkkkkkk

* мiмiℓα * disse...

Garçom? Me traga uma cara machão que fale poemas, por favor.... ahh é pra comer em casa mesmo!
Obrigada

Quem dera q fosse assim fácil ;)