17 abril 2010

Bilho eterno de uma mente sem lembraças

      Voltemos um ano. Abril de 2009. Basicamente é assim que eu me sinto, como se tivesse voltando um ano na minha vida.

      Meu namoro terminou semana passada. Tinha começado bem, mas terminou da pior forma possível. Ele já vinha se arrastando e definhando a um bom tempo, mas acho que não precisava ser do jeito que foi. Agora é tarde pra consertar qualquer coisa, cada um tomou seu rumo. Vou buscar minha felicidade.

      Parando pra pensar na minha vida, me peguei pensando no ano passado. Claro que a situação era outra, porém meu estado de espírito, minha relação com as pessoas a minha volta... está igual a antes de começar a me envolver com minha agora ex-namorada.

      Estou me sentindo bem, me sentindo leve. Ainda tem um pouco de tristeza e essa não vai embora tão rápido assim. Odeio ter que virar a página, só que depois de virada não tenho porque ficar voltando o livro.

      Ficam as lembranças, as memórias. Dessas não tenho porque abrir mão, pois fui eu também quem as criou. Só não preciso carregar comigo um ressentimento por alguém que um dia eu amei.

Um comentário:

Ser como a fênix disse...

"Só não preciso carregar comigo um ressentimento por alguém que um dia eu amei."

Exatamente... sem ressentimento, sem raiva... isso so faria mal a vc mesmo!!! acredite!!!


=*