19 julho 2007

Já foi ou já é?

Tenho reparado um pouco mais ao mundo à minha volta e estou achando que perdi o bonde em algum lugar. Não reconheço mais as modalidades de flertes utilizadas pelas pessoas de hoje me dia.
.
Antes era algo muito mais tranqüilo, mais devagar. Não me venham dizer que sou velho, pois já sou da geração do ficar. Só que agora as formas para se xavecar (quem já usou esse verbo ai levante o braço) são muito mais diretas e físicas, quando não violentas. Minha pouca percepção não vê mais troca de olhares comedidos, insinuações discretas e conversas amigáveis. Só um puxão pelo braço e um tentativa de estupro bucal.
.
Não vou fazer juízo de valor sobre o que cada um acha ou deixa de achar, mas que me sinto deslocado desse mundo, me sinto sim. Não consigo agir como as pessoas de hoje, me sinto deslocado e sem ação. Se percebo alguém interessante e trocos uns olhares é só eu virar as costas que já tem alguém em cima da menina. E desse jeito eu perco a vontade de tentar algo. Pode ser que isso seja moleza da minha parte, mas prefiro acreditar que o meu modo de agir é que é diferente. Acredito que esse modo esteja em extinção.
.
Culpados?? Todos nós. Se tudo na vida hoje tem que ser feito mais rápido e de mais cedo, não seria a paquera que iria ficar de fora. As pessoas saem e não estão se importando em criar vínculos, só em contar quantas bocas beijaram ou com quem vai pro motel depois da balada. E nem trocam mais telefone. Isso é careta. Amor livre e relacionamento aberto, tio.
.
Quando procuro as pessoas da minha idade que devem ter uma visão parecida com a minha, encontro-as em relações estáveis, algumas já casadas. E eu nem tenho namorada a mais de ano. Será que vou ficar pra tio? Ser padrinho de um monte de guris e não ter um para eu criar? Espero que não. Só que não vou ser mais um a agarrar o braço de uma garota e forçar um beijo. Isso me dá desgosto.
.
Finalmente entendo porque os jovens de 16 anos de hoje já beijaram mais pessoas que eu na minha vida inteira. Só que eles só usufruíram do físico e esqueceram que toda pessoa pode ser um boa companhia. E isso, para mim, vale mais.

Um comentário:

Grazi! disse...

ui... faz é tempo que não passo por aqui!

daí vou comentar os post anteriores e este de uma vez só...
.
Sobre a Derrota... bem... eu pensei que era impressão minha... nunca fui a festas na ATPN e qd me propus a ir (esse ano) encontrei tanto guri que pensei que estivesse no Xou da Xuxa versão punk!... daí nem fui pra derrota! Ainda mais tinha concurso no outro dia. Fiquei em casa mesmo!
.
Sobre o post que vc fala do bolo que levou: Achei mais uma coisa em comum com vc... acaba de acontecer isso comigo! Mas eu não to nem ligando sabe. Decidi que vou marcar encontros com alguém que não vai me boicotar: EU MESMA! Vou me dar um pouquinho de valor pq se depender dos outros eu to ferrada!
.
Enfim sobre este post:
Adorei... vc conseguiu escrever o que estava na minha cabeça e eu nunca externalizei!!!!
.
Ufa! pronto! comentado!
Até mais