19 janeiro 2009

Quero passar um weekend com você!!!

      Então que acabou o primeiro final de semana de shows na praia. O saldo, entre mortos e feridos, foi bem positivo. =D

      A primeira boa notícia veio logo na chegada: a cerveja foi comprada em promoção e a caixa do supermercado ainda fez o favor de registrar cerveja de menos. Isso resultou em cerveja a mais para a gente beber. Nice!!

      Assim que chegamos fomos armar nossas barracas, visto que queríamos mais privacidades que o povo que ia dormir nos quartos, num amontoado de gente. E nessa hora veio a segunda surpresa: chineses tem problemas de conversão de medida. Minha barraca de 4 lugares tem 2m X 2m de área. O colchão inflável, diz na caixa, tem 1,91m X 1,82 m. Assim, pela matemática básica, o colchão caberia na barraca. Mas na hora em que enchi... quase que a barraca rasga. O colchão não era maior que a barra, era MUITO maior. Na hora de ir embora tirei a cama de ar da barraca e inflei-a toda do lado de fora, para tirar as medidas. Resultado: 2,41m X 2,07. Com tanta calculadora falsificada sendo vendida no mundo, os chineses não poderiam ter pego umazinha para fazer as contas???

      Depois dessa primeira parte de trabalho braçal, chegamos ao momento de conhecer as outras pessoas da casa. Como cada irmão do meu amigo levou seus brothers and sisters para lá, eu conhecia só 1/3 da turma. E a galera era gente fina, a maior parte formada por surfista. Então tinha muita gíria estranha para mim na casa. Nada como conhecer pessoas novas.

      O primeiro dia de show teve Naurêa, Daniela Mercury e Titãs. E, para não perder o costume, depois teve o tuntz tuntz (que eu não curto). E tudo isso acabou umas 4h da matina. Fui tentar dormir, o que só aconteceu umas 5h da matina. Como o sol batia cedo nas barracas, 6:30 eu estava em pé. Depois de começar acordar o povo (se eu não consigo dormir, ninguém mais dorme), preparamos um café da manhã caprichado e fomos a praia. A casa era bem localizada: ficava a 20m do palco dos shows e a uns 10m do mar. Melhor, impossível. E ficamos jogando volei, pingoball (desde que tinha saído do colégio que não brincava disso), tomando banho de mar. Como o verão aqui anda implacável, ninguém aguentava mais que 2h seguidas na área. Depois era só tomar uma chuveirada em casa, jogar um sinuca, tomar um cerva gelada e deixar o tempo passar. A noite, teve show de Capitão Parafina, Paralamas do Sucesso e Cachorro Grande. Vou ser sincero: já estava um tanto cansado, então queria só ver os shows. Mas o povo não podia me ver parado que começava a sacudir. Então resolvi ver os shows sentados, da porta da casa. Nesse dia fui dormir mais cedo, para descansar.

      O domingo foi de morgação. Último dia, final da carne para fazer churrasco, arrumar a casa, se despedir do pessoal. Ainda deu tempo de mais uma praia, para depois começar a arrumação da casa. E aí aconteceu a grande cena cinematográfica do final de semana. Foi comigo, claro. Eu sempre tenho que levar uma "lembrança" desses momentos legais. A casa tem um varanda que fica alta, algo em torno de 80 cm de altura do chão. Passei todos os dias subindo a varanda no pulo. No último pulo do final de semana, a sandália escorregou do pé e tomei uma baita queda. O resultado foi um hematoma de uns 30 cm por outros 15 cm na coxa. Quase que não vinha trabalhar hoje. Isso vai me dar uma folga de uns dois dias nas pedaladas. =/

      Agora tenho 15 dias de descanso para os próximos shows. Tempo de tirar o hematoma e ainda estudar uma forma de voltar inteiro para casa. Hehehe.

Um comentário:

arteimitavida disse...

Cervejas a mais, Daniela Mercury e tunts tunts... Meu amigo para de ser exibido!
Aqui no cerrado não rola nada!

Bjoks