30 maio 2009

Fim de festa

      Então que meus 15 dias de folga (tecnicamente, são 12) estão acabando. A vida completamente boa vai embora (ficando só a parcialmente boa), não fiz nem 10% do que esperava fazer nessa entresafra de trabalho. E, acreditem, nem vou reclamar de nada disso.

      De certa forma, voltar ao trabalho vai ser bom. Eu sou o tipo de pessoa que precisa de certas obrigações para ter vergonha na cara e fazer o que é importante. Esses dias sem bater ponto pareceram eternos, de tanto que não fiz nada...

      Das coisas que programei fazer, a única importante eu não consegui fazer. Só que não foi culpa minha. Tentei falar com minha orientadora algumas vezes essa semana, mporé, não obtive êxito. Tentarei mais nessa semana que começará.

      E sabem qual o principal motivo da minha alegria?? É só ler uns textos abaixos que dá para ter noção. =D

      Já tinha desacostumado a vida de namorado. Relembrar isso é muito bom, dá ânimo. Até o prejuízo que tive com o carro do meu irmão pareceu algo sem muita importância (mas não foi), pelo simples fato de olhar para o lado e ver um belo sorriso me confortando.

      Sinceramente, é disso que andava precisando: alguma garota pra chamar de minham. Agora que já, do resto eu vou correr atrás.

3 comentários:

Day Pinheiro disse...

E num é que esse SOL voltou a brilhar! =D

cindy disse...

pooxa, nem vou ter mais vc pra mim qualquer hora :(

amor, eu te amo!
:*

Tâmara disse...

Fi, é que tem uma hora que a festa acaba...ne?
rsrsrs

bye!