03 maio 2009

Verbo intransigente

      Sonhar é um verbo que deveria ser proibido de conjugar. Não é certo poder imaginar um mundo todo seu e ele se perder assim, como voa uma borboleta, só por abrir os olhos.

      Meus últimos sonhos não tem durado mais que alguns instantes, se desfazendo no ar como uma fumaça sem cor e sem cheiro. Assim, do nada, eles viram passado. E ando precisando urgentemente de sonhos que se façam presentes.

Um comentário:

Cindy Rosa disse...

tenta prestar mais atenção na realidade, vai ver como pode ser bonita também.

:*