09 fevereiro 2009

Mais um dia

"Mais um dia.
Que chega e que vai. Será que a agonia passa? Um dia saberei a resposta."

      Como sempre, mais um dia.

      Assim pensava, todo dia quando acordava. E no caminho para o trabalho, outro pensamento vinha:

"A rotina, essa rainha rôta da minha vida, não me deixa enxergar o brilho que o viver tem. Ou seria apenas imaginação, achar que tudo tem cores vivas, formas perfeitas?"

      A vida era uma sucessão de repetições. Como quem lê todo dia a mesma história. Sempre sabendo qual é o fim.

      Mas teria esse livro outras páginas? Será que em algum momento ele muda o enredo? Só vivendo para saber a resposta.

      Esperar que tudo mude, ao sabor do nada, ou fazer com que nada se repita? O gosto insosso da apatia já lhe era familiar. Se não a nada a perder, porque não arriscar?

"Há de haver imperfeições, sendo tudo tão complicado. E hei de entender o certo, quando tudo está errado."

      E agora, aos trancos e barrancos, se viu fazendo o dia. Não mais esperava ele passar, como quem só observa o vento.

      Fez novamente tudo que já tinha feito. Só já não esperava o resultado. Que, por sua vez, nunca era mais se repetia.

"O imprevisível que me cerca é a minha liberdade. Navegarei os mares da incerteza sem buscar um porto, pois aportar será minha derrocada. E que as correntezas me levem para onde eu nunca possa voltar."

      E, agora, ele sempre desejava mais um dia.

2 comentários:

Day Pinheiro disse...

Que lindo Thito! Tem comment importante no de baixo! hehe O beijo!

arteimitavida disse...

Que lindo!!!
E, hoje é mais um dia...

Ps.: Ainda não consegui fazer aquilo q fc ensinou...
Bjoks