04 março 2009

O tempo não pára



      O mundo não pára, quem pára sou eu. Siba já havia dito:

"Toda vez que dou um passo o mundo sai do lugar."


      Mas enquanto eu fico parado, o mundo continua a rodar, o tempo continua a contar. E quanto mais o tempo passa, menos tempo me sobra.

      Há tento tempo na vida, não haveria porque ter pressa. Há momentos em que parece que o tempo pára. Ledo engano. Nessas horas o tempo passa mais depressa que o normal, sem se dar conta.

      Não desejo que o mundo pare, nem que o tempo volte. A ordem natural das coisas deve ser mantida. Quem tem que mudar sou eu, fazeno valer meu tempo.

      Tempo esse que anda sendo desperdiçado.

2 comentários:

Day Pinheiro disse...

"É...o tempo não pára..."

Oooops..

...de acordo com as novas regras gramaticais, "pára" no sentido verbal não tem mais acento. rá.
Li isso agorinha em outro blog
hehehe
Belo post querido.
O beijo!

Tâmara disse...

fecho com vc!