08 abril 2008

I lost myself

 

Em algum lugar do caminho eu me perdir

e por mais que procure

não me acho.

 

Mas acho que em algum lugar ainda existe

um pouco de mim guardado,

esperando ser achado.

 

E talvez seja a última reserva da minha essência,

do que me forma,

do que me faz.

 

Já não sei se é melhor seguir em frente,

se fico parado,

se volto atrás.

 

Talvez eu me encontre por aí sorrindo,

sentando em algum lugar

esperando.

 

Ou talvez me veja parado, chorando

me distocendo em lágrimas,

sofrendo.

 

Por mim e (muito mais) por outros

meu coração

sofreu.

 

Se me encontrarem, avisem-me

e talvez eu, de novo,

consiga ser eu.

Um comentário:

Grazielle disse...

Siga em frente, menino... vc está ali adiante... com certeza