21 outubro 2008

Eu não sou dessa cidade (parte 2)...

      Gente, acho que a polícia de Feira de Santana lê meu blog. E não gostou muito. Depois deu ter escrito sobre as particularidades da cidade, algo estranho aconteceu na noite de sexta.

      Estacionei meu carro em uma praça e fui para um festinha numa das várias repúblicas estudantis do Feira VI. Até aí, tudo dentro dos conformes: cerveja demais na geladeira, vinho, batida de fruta, música e uma galera conversando. Umas duas horas depois, uma amiga resolveu ir embora e pediu para eu ir com ela para pegar o óculos que deixou no meu carro. Fomos lá e qual não é a minha surpresa quando encontro meu carro com as 4 portas e o capô abertos, 4 policias em volta e uns 8 ou 9 moradores???

      Pensei que tinha acontecido o pior financeiramente pra mim: levaram o som, minha mochila (que tinha dinheiro dentro) e tudo mais que posse encontrável. Além disso eu teria algum gasto para consertar o que foi quebrado e tal. Mas o acontecido foi outro...

      O único policial que falou comigo relatou o seguinte:

Tinham dois praibois olhando seu carro e secaram dpois pneus. Como ninguém aqui sabia de quem era o carro, nos o abrimos (vulgo arrombaram) e procuramos algum documento de pudesse nos levar ao dono. Vasculhamos tudo (vulgo revistaram) e não encontramos nada. Você está dando a falta de alguma coisa?


      Na hora eu estava preocupado com outra coisa, mas depois me perguntei o porque da polícia ter arrombado meu carro. Eles poderiam ter, simplesmente, ter passado um rádio para a central e ter pedir o levantamento da placa. Mas ele precisaram arrombar o carro pra isso. E nessa sumiram o pen drive que usava no som e o óculos escuro da minha amiga. Como eu não estava afim de arrumar confusão com a polícia, não perguntei qual dos policiais estava com os perteces, visto que os praibois só esvaziaram os pneus.

      Depois disso ficou um tanto sem disposição para continuar em FSA, mas como segunda tem uma promoção etílica interessante, fiquei lá até a terça pela manhã para poder aproveitar, mas tão cedo não retorno lá.

3 comentários:

Estória Estranha disse...

ainda acho que você pode voltar lá sim. =*

Grazielle disse...

Creeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeedo em cruz... que tristeza... seu blog tá perigoso, ein rsrsrsrsrs
Bom... pensando positivamente, que bom que nada de grave aconteceu!

xero

Renata disse...

Estranho hein, Thito? Tá parecendo mais que eles não foram com a tua cara e quiseram te dar um susto!

Beijo.