21 fevereiro 2008

Hoje eu ouço as canções que você fez pra mim...

     Quem nunca prometeu algo para alguém quando estava tendo um relacionamento?? Quem nunca imaginou um mundo a dois (ou a três, a quatro)?? E o melhor de tudo: quem cumpriu com o que prometeu?

     Eu planejei, imaginei, almeijei muita coisa enquanto namorava, mas hoje em dia me pergunto se teria tudo a cabo. Umas, por não poder, outras porque realmente não querer mais. A imaturidade é linda quando inocente.

     Hoje em dia as promessas seriam mais plausíveis, e porque não, sinceras, mas também com bem menos fantasia. E isso é sinal do amadurecimento.

     Não que seja a favor da porra louquice desenfreada, só acho que a vida perde a cor, a alegria, quando começamos a ser muito racionais. Tudo é pensando, medido, não há margens para imprevistos. Nem para improvisos. =/

     Eu sinto que estou perdendo essa coisa de não ser muito racional. Será por isso que não conseguo namorada?? Vai saber...

2 comentários:

* мiмiℓα * disse...

"Não que seja a favor da porra louquice desenfreada, só acho que a vida perde a cor, a alegria, quando começamos a ser muito racionais. Tudo é pensando, medido, não há margens para imprevistos. Nem para improvisos."

concordo em número, grau e gênero!!!

:)

Mairla disse...

acho pior disso tudo é peder a inocência..
muito racional é ruim, se fecha pra muitas coisas às vezes, até, por medo.